manequim
Moda

Verdades Que Ninguém Te Conta: A Faculdade de Moda

19/04/2016

O que mais tem por aí é uma visão distorcida sobre o curso. Desde aquele tio chato que acha que você vai estudar corte e costura até àquela outra que acha que “fazer moda” é algum status supremo à la Miranda Prestley.

Lembro que quando tava pra me matricular no curso, eu vivia procurando sobre no Google, em todo lugar. Mas tudo que eu achava eram informações genéricas sobre como é o curso, e blá blá blá. Sempre pensei em algumas coisas que eu gostaria de que alguém tivesse me contado antes de eu entrar. Não que eu fosse mudar de ideia, mas entrar de uma maneira menos Alice na toca do coelho, entende?

Então fiz esse post pensando nas minhas próprias dúvidas de alguns anos atrás, com as centenas de conversas reflexivas com colegas da área e dúvidas que as pessoas sempre me peguntaram. Não que cada item seja uma realidade absoluta, mas acredito que seja a da maioria. Então..

 

 

Pra começar, moda não é só estilismo

Muita gente (sim, MUITA gente!) acha que o cara que faz moda só pode ser estilista, costureiro, ou qualquer coisa do tipo. Aliás, chega a ser engraçado porque, quando eu entrei, na minha sala, a maior parte das minhas colegas não queriam (e não querem) ser criadoras.

Pra quem não sabe, a moda têm uma variedade enorme – cada vez maior – de profissões tão importantes quanto o papel do estilista, hoje em dia. Quer saber algumas delas? dá uma olhada aqui no artigo do Fashion Insight.

 

 

99% das faculdades do Brasil são focadas em DESIGN de moda 

É um item que eu já queria deixar adiantado aqui. Como eu falei, a moda não é só feita pelo estilista. Mas a realidade é que as faculdades, aqui do Brasil, (infelizmente) continuam somente focadas nessa parte. Provavelmente, na grade, tem uma ou outra matéria que aborda outras faces do ramo. Mas a verdade nua e crua é: se você decidir fazer faculdade de moda, se prepara, que o foco é a criação de roupas. 

A única faculdade que EU ouvi falar que leva moda no nome e não tem esse direcionamento, é a de Negócios de Moda, da Anhembi Morumbi. Mas aquela facul federal, o Senac, ou qualquer outra particular, que leva só o nome de “Moda”, pode apostar, é focado em criação. Ou seja, focado (QUAASE únicamente e exclusivamente) no estilismo.

Edit: Também tem a Moda e Têxtil, na Usp, que incorpora também essa parte mais focada na produção/engenharia têxtil em si.

 

Você não precisa entrar sabendo tudo

Uma dúvida (se não a mais) comum de quem quer começar o curso: preciso entrar sabendo desenhar/costurar? não sei fazer nada!

Não, você não precisa fazer curso de desenho/costura antes de entrar na faculdade. Pode ficar tranquilo(a). Provavelmente a maior parte da sala se encontra na mesma situação que você. E na maior parte das graduações que eu já ouvi falar, todas as matérias começam pelo básico. Mas treinar um ponto ou outro na costura à mão ou ir vendo uns modelos de croqui pra desenhar na internet não mata ninguém, né? 

 

 

A guerra dos egos é tão real quanto parece

Sim, sempre vai ter o coleguinha com carão metido à Miranda Prestley. Sim, sempre vai ter gente te observando de perto e doida pra te passar pra trás e louca pra tomar o seu lugar, seja onde for.

Mas relaxa: pode apostar que o karma funciona e quem é ruim, a máscara cai.

A regra pra sobreviver é: seja sempre você mesmo, ignore a gentalha e procure quem você REALMENTE possa confiar.

Ah e nunca, nunca, faça parte desse tipo esnobe. Lembre-se: do mesmo jeito que o terreno da moda tá cheio de cobras, tem gente boa também, e são essas que vão ser realmente bem sucedidas daqui pra frente (a moda não é um trabalho solitário, e sim, coletivo).

 

 

Você vai precisa ir bem além do que a faculdade te proporciona

Sabe o Herchcovitch? Ele fazia roupa todo dia!

Não é a faculdade que faz você, é você que faz a faculdade e a si mesmo. A graduação de moda só fornece o básico, de maneira bem branda. Os próprios professores deixam isso claro.

O profissional de moda que você vai ser não depende do nome da sua faculdade no seu currículo, mas quem você é e o que você faz fora dela. Seja executando tarefas extras por conta própria, pesquisando, observando as ruas, lendo, fazendo outros cursos. Seu repertório pessoal é mais importante do que você imagina.

 

 

Você não precisa ir vestido como se tivesse preparado pra um desfile todos os dias, mas mostrar seu estilo através de suas roupas é favorável

Claro, que antes de qualquer look, o que importa é o conteúdo de quem tá usando ele. Mas uma boa OOTD (outfit of the day), além de te ajudar com a sua própria auto-estima, é a sua vitrine, é a chance de transmitir um pouco de quem você é e mostrar que você entende de estilo. E, na minha opinião, isso faz muito sentido pra quem vai trabalhar com moda.

E não trata-se do valor financeiro da peça ou trezentos acessórios, mas sim da atitude que a roupa traz pra você. Uma boa t-shirt com uma estética diferente + jeans, além de ser uma combinação simples, já consegue te tirar do temível senso comum.

 

 

Arrumar um estágio/emprego bacana é mais díficil do que você pensa

Esse item não tem muito mistério. De cara você percebe como primeiro emprego bom (e principalmente, estágio maravilhoso) é algo chato de se conseguir. Infelizmente, o QI (a.k.a Quem Indica) é algo real e que afeta todo mundo. Conheci colegas que ganhavam 250 reais por mês no primeiro estágio. Ou seja, não pagava nem a gasolina que uma delas usava pra ir trabalhar. 

Dica de ouro: networking e cara de pau é tudo.

 

 

Estudar moda (quase sempre) é um investimento caro. Seja nos cursos como nos materiais. (e pode demorar pra ter retorno)

Acho que isso é uma coisa que a maioria já sabe. Estudar moda é sim, na maioria das vezes, bem pesado pro bolso. Seja investindo em cursos livres ou especializações como em materiais nosso de todo dia (tecido, materiais de desenho, materiais de costura, papel, tudo).

Minha dica é tentar driblar um pouco os custos dessas coisas mais diárias. Por exemplo: gosto de pegar livros da biblioteca, de um amigo ou comprar a versão digital dele, que sempre é bem mais barata que a física. Isso já me poupa uns 50 reais por leitura. E a regra de ouro: cortar o tecido de maneira mais consciente possível, pra não desperdiçar nenhum pedaço. Retalhos podem ser bem úteis futuramente.

Só depois de começar um curso de design é que você descobre como o papel pode sair caro todo mês kk

 

 


 

Resumindo: pra estudar moda, você tem que ter, acima de tudo, amor pela área. Por mais sorrateira ou subversiva que ela possa ser, as coisas boas compensam muito as dificuldades. É um prazer imensurável quando você acaba cada trabalho. E o melhor de tudo: lembrar que o bom profissional de moda, hoje em dia mais do que nunca, tem a possibilidade de melhorar o mundo à sua maneira.

Me contem qualquer dúvida, experiência ou crítica de vocês aqui! Quero saber de tudo! ♥

 

Edit: Quem quiser ver um pouco do meu dia a dia na faculdade, posto algumas coisas rotineiras e peculiares que acontecem por lá no meu snapchat (esthawearsprada) 


Esther Bereznjak
Leia meus posts!


  • LUana Souza

    Em 19.04.2016

    Eu ja pensnei em estudar moda, mas foi Há muuuuitos anos atràs :b hoje estou fOcada no jornalismo! Mesmo assim, eu adorei o se post e achei ele super divertido e informativo (: ja mAndeI o link para um amigo meu que tambem quer estudar mOda.
    Beijos :*
    http://memorialices.blogspot.com.br/

  • ana laura oliveira

    Em 19.04.2016

    sou formada em publicidade e queria fazer moda como segunda faculdade, mas to beeem desanimada, seu post me ajudou a refletir mais. 😀

  • Jamille

    Em 19.04.2016

    Confesso que acreditava em muuuitos desses esteriótipos (principalmente o que poderia trabalhar apenas em criação). Eu acho esse curso muito interessante mas nunca nem pensei em fazer, pois ele é poquíssimo difundido no meu estado (Pará) e também sou mais de exatas haha. (Confesso que quando eu era criança amava desenhar roupas).
    Beijoos!
    cativastes.com

  • vera

    Em 19.04.2016

    Sim QUEM NÃO TEM A MINIMA NOÇÃO,ACREDITA QUE É EXATAMENTE AQUILO QUE SE VIU NO FILME “O DIABO VESTE PRADA” POREM SEU POST É MUITO ESCLARECEDOR,GOSTO MUITO DO ASSUNTO,ACOMPANHO UM REALITY DE ESTILISTAS E REALMENTE É PRECISO FAZER ATÉ LIXO RECICLAVEL VIRAR MODA,PARABÉNS

  • Tainan

    Em 19.04.2016

    Estou adorando essa blogagem coletiva, sempre descubro novas coisas, é complicado saber que essa guerra de egos realmente existe, complicado as universidades só focarem em um ramo da moda

  • Alexia

    Em 19.04.2016

    Gostei muito das dicas e saber mais sobre o curso/faculdade de moda, mesmo que eu não vá cursar! RS
    Pretendo fazer jornalismo mas também me encanto em relação a moda, e saber nunca é demais ^^

  • Mahju coelho

    Em 19.04.2016

    Morro dE vontade de fazer facul de moda, e me identifiquei na parte de estilismo, que inclusive é o que eu gostaria de fazer! Mas acabei optando por psicologia, mas ainda tem tempo haha.

  • Aline

    Em 19.04.2016

    O curSo da usp nao é focado em estilismo e criacao, tanto que o nome é teXtil e moda, dentre todos é o mais abrangente
    Nos demais concordo com vc, o qI é Extremamwnte inporTante, assim cOmo o grande invesTimento. Eu estudei na usp, é publica ne, mas mesmo assim sao carios materiais, alem das especializoed que fiz por fora

  • LAYSA DINIZ

    Em 19.04.2016

    ESSE POST SÓ ME FEZ QUERER AINDA MAIS FAZER FACULDADE DE MODA, MAS MORO MUITO LONGE DAS FACULDADES QUE TEM O CURSO, TIPO EM OUTRO ESTADO. ESTOU FAZENDO DIREITO MAIS MEU SONHO SEMPRE FOI MODA. AMEI O POST

  • ANA PAULA

    Em 19.04.2016

    Que legal, gostei bastante das informações, é bom saber um pouco sobre outros curso.
    Abraços

  • Marcela

    Em 19.04.2016

    Adorei o post, apesar de nunca ter pensado em fazer facul de moda, hehe. Tenho várias amigas no curso, e existe todo esse glamour e fantasia que algumas pessoas tentam de qualquer jeito tornar realidade. De qualquer forma, parece uma aventura! Acho que mesmo nos piores momentos dá pra fazer de conta que está em “O Diabo Veste Prada” e torcer pras coisas melhorarem logo, hahaha.

  • Renata

    Em 19.04.2016

    Acho lindo quem faz moda. Estudei numa faculdade que tem o curso e só via o pessoal passando com as pastas, croquis, todo mundo estiloso demais… ia espiar as salas e ficava babando quando tinha exposição de alguma coleção deles.
    Mas todo curso é assim, tem seu “encantamento”, mas tem aquelas coisas que quase ninguém vê
    ;*


SEU COMENTÁRIO PASSA POR APROVAÇÃO ANTES DE SER PUBLICADO! OBRIGADA POR COMENTAR!