Browse Category

Styling

Harajuku-Decora-Fashion-Walk-15-060
Moda

#Mondayspiration: O estilo Harajuku

22/02/2016

Primeiro de tudo, queria pedir desculpa pela instabilidade na frequência dos posts! Com a voltas das aulas sempre rola aquela confusão sabe? Mas promeeeeeto que não vai acontecer mais kkk

Decidi começar a segunda feira de uma maneira da gente se inspirar. Eu acho que tem tanto estilos legais por aí, diferentões e únicos à sua maneira. Claro, cada pessoa, inclusive, tem seu próprio. Tem gente mais romântica, a moça mais casual, aquela suuper contemporânea.. Mas isso não impede em dar uma olhadinha em outros estilos e até mesmo puxar alguma coisinha deles pra compor nosso próprio!

Então, explicado isso, começo aqui com uns dos estilos mais divertidos: o do pessoal do distrito de Harajuku! O estilo desses jovens que frequentam lá é extremamente peculiar e extremamente criativo. Dificilmente (ou melhor, impossível) ver alguém com o mesmo look lá! Possui influência de todas as tribos ocidentais imagináveis, desde punk até rockabilly (só que adaptados à cultura japonesa!). E isso pra não contar todas as tribos diferentes que existem no Japão. Pra ilustrar um pouco melhor, vou aproveitar e falar de algumas principais aqui.

 

DECORA

A palavra “Decora” vem da palavra ‘decoration’, o que faz um super sentido, já que a regra desse estilo é: mais é mais. Camadas de roupas, presilhas coloridas, presilhas da Hello Kitty, mais camadas de roupas, bolsinha(s) fofa(s), camada de acessórios, camada de roupas, mais presilhas e mais 200 camadas de acessórios. E tudo isso bem colorido, e um jeitinho ‘kawaii(“fofo” em japonês) infantilizado mesmo!

 

LOLITA

Um vestido lindo, sapato de boneca e um grande laço – ou outro acessório fofo – na cabeça. Tem alguém que não fica encantado vendo essas meninas que parecem bonecas?! Baseado na era Rococó e na era Vitoriana way of dressing. Esse estilo é um dos mais vistos por aí quando a gente vê algo sobre ‘moda alternativa japonesa’. É bem famoso fora do Japão, também.

E dentro do estilo ‘Lolita’, ainda tem várias subdivisões (ex: Classic Lolita, Gothic Lolita, Sweet Lolita….)

 

VISUAL KEI

Baseado em uma estética andrógina, vem da influência da estética de músicos de bandas de J-Rock. Trajes elaborados, maquiagem bem marcante, cabelos coloridos com penteados bem exagerados, lentes, sobreposição de trajes… Cheio de subdivisões, remete aos mais variados estilos: desde ao punk/gótico até uma pegada mais vitoriana.

 

MORI GIRL

Mori significa ‘floresta‘ em japonês. Então, acho que já dá pra ter uma ideia do que significa. Tecidos naturais tipo o algodão, tons terrosos que remetem à natureza, vestidinhos florais, sobreposições de peças, tudo com cara de feito à mão e bem confortável. Essa é a tal da “garota da floresta”.

 

NA RUA: TUDO JUNTO&MISTURADO

Acho que deu pra ter uma ideia de como esses estilos underground japoneses são muuuito diversificados. Tem uma infinidade deles, subdivisões, híbridos, enfim, vai muito além desses 4 exemplos rápidos. O ponto é: imagina uma região em que tem tuuuudo isso (+ estilos baseados no ocidente). Isso é Harajuku! Não é à toa que o streetstyle de lá vira e mexe serve de inspiração pra diversos criadores e estudos de tendências.

Aproveitei a pesquisa e fiz um top 5 de alguns looks que encontrei por aí:

HARAJUKU22 cópia

 

Gostou? Ficou curioso pra saber mais sobre essa cultura? Tem alguns sites bem legais por aí, tipo o HarajukuBR e TokyoFashion. Também criei um painel no Pinterest com alguns looks bem legais, vem dar uma olhada e me conta o que você achou. ♥


Esther Bereznjak
Leia meus posts!

12715547_1984713661752954_7766495259403693845_n
Styling

#Colorimetria: O guia basicão de cores

11/02/2016

Saber usar as cores corretamente é um diferencial na hora de montar qualquer look. Não importa o estilo, a ocasião. Saber usar a cor na hora de arrasar é essencial. E foi por isso decidi estrear essa nova sessão no Fluor. Aqui, nesse primeiro post de estréia, decidi falar do básico do básico. Afinal, o que é um círculo cromático? Cor complementar? Cor análoga?!

Sei que pode parecer bem bobo pra alguns, pra quem estuda moda, trabalha com isso, lê bastante ou qualquer coisa assim. Mas vejo por aí muuuita gente que se confunde ainda! E como que os posts que eu vinha programando, sobre composição de looks com color blocking, cores complementares, monocromática, etc, iam ser completos pra alguém que não sabe o básico?

 

O CÍRCULO CROMÁTICO E A CLASSIFICAÇÃO DAS CORES

O círculo cromático é a ferramenta básica pra gente trabalhar a harmonia das cores. Ele é composto por 12 cores: 3 cores primárias (aquelas que dão origem as outras cores), 3 cores secundárias (aquelas resultante da mistura equilibrada entre duas cores primárias) e 6 cores terciárias (resultantes das demais misturas).

CORES1 cópia

 

E, entre todas elas, são divididas entre cores quentes e cores frias. Quanto mais próxima do azul – que é a mais fria de todas – mais fria a cor é. Quanto mais próxima do amarelo, mais quente.

CORESFRIASQUENTES cópia

COMO USAR O CÍRCULO CROMÁTICO

As possibilidades de harmonia são inúmeras e bem práticas de serem feitas. Vou comentar sobre as 4 principais:

CORES COMPLEMENTARES

As cores complementares são cores que encontram-se na posição oposta uma à outra no círculo cromático. São cores que intensificam a outra, então, na hora de combinar, precisa ter bastante cuidado pra não ficar com aquela famosa combinação cegante – breguíssima, que ninguém consegue olhar direito. Maaas, quando combinadas do jeito certo, acho que é a combinação mais bonita que dá pra ter!

CORCOMPLEMENTAR cópia

CORES ANÁLOGAS 

As análogas são as que ficam próximas no círculo cromático e, assim, não contrastam entre si. São aquelas cores que todo mundo sabe que combina! Verde e azul, rosa e vermelho, roxo e azul, etc. Ideais para combinações mais discretas ou pra quando quiser ousar mais na forma do look do que na cor.

CORANALOGA cópia

TRÍADE DE CORES

A tríade de cores é uma das composições mais harmoniosas. Sempre vai acabar em um look bem colorido e muito bem pensado. É só formar um triângulo dentro do círculo cromático, combinando com bom senso as cores.

CORTRIADE cópia

AND LAST BUT NOT LEAST… TONS MONOCROMÁTICOS

Parece o mais fácil, o mais óbvio, mas é o campeão dos erros por aí.

Primeiro, a gente tem que lembrar que NÃO EXISTE “cores monocromáticas”. Monocromático é aquilo que apresenta uma só cor. Ou seja, toda cor, a própria, é monocromática, certo? O que existe são tons monocromáticos, ou seja, as variantes de uma mesma cor.

CORMONO cópia


A minha sugestão é: tenham um círculo cromático! Pode ser um pôster, produzir o seu próprio com tinta guache, lápis de cor, etc… ou o mais simples: arranjar um daqueles de papelaria mesmo. Alguns até já vem com setas/triângulo desenhados! Vale muito a pena e custa em torno de uns 10 reais.

IMG_1216Agora, que a parte mais ‘técnica’ já foi comentada – e lembrando que é um post bem raso, sem muito aprofundamento no extenso universo das cores, só pra gente saber usar na hora de se vestir! – já dá pra aprender a compor o look com um olhar mais aguçado, com mais coerência né non? Gostaram? Então fiquem ligadas nos próximos posts! ♥


Esther Bereznjak
Leia meus posts!

  • 1
  • 2