kkkkkkkk
Livros

Quinta Avenida, 5 da Manhã

08/02/2016

Encontrei esse livro enquanto procurava biografias sobre a lady Hepburn, uma das celebridades que mais aprecio.

O livro conta mais da pré-produção (desde um pouco da história de Capote até o dilema de trazer um livro desse tipo para o cinema, tão censurado na época) e empecilhos da produção do que da produção em si. Também é contado bastante sobre o contexto da época que antecede o filme, a possível inspiração ‘real’ de Truman ao escrever o livro, e, um fato, que pra mim, me interessou muito: como aconteceu a curiosa parceria entre Humbert di Givenchy e Audrey Hepburn, que, após a produção de Funny Face (‘Cinderela em Paris’), chegou a ter, entre clausulas de contrato com Hepburn, uma não-negóciavel, que diz que Givenchy desenharia os figurinos dela por ali em diante.

Confesso que o me perdi um pouco nos nomes hollywoodianos de diretores, produtores, roteiristas, etc. Mas apesar disso, o livro é muito fácil de ler e decorre muito bem, como se o autor contasse uma história em que ele presenciou e conversou/entrevistou o elenco e a produção. E, para pessoas como eu, admiradores da lady Hepburn, ele mostra até mesmo um pouco de como ela trabalhava, e, traz, de uma perspectiva geral, quem era Audrey e como ela tentava conciliar sua família (Mel Ferrer e baby Sean, na época) com sua profissão.

“Tudo que você leu, ouviu dizer ou esperou que fosse verdade sobre Audrey Hepburn”, disse Richard Shepherd, “não chega nem perto do quanto ela era maravilhosa. Não existe na face da terra ser humano mais doce, gentil, atencioso, generoso, brilhante e modesto do que Audrey. Ela era simplesmente uma pessoa excepcional, extraordinária. Todo mundo tem de saber disso.”

 

Resumindo…

O livro tem uma abordagem bem interessante, que aborda o contexto da época e mostra a influência de Audrey Hepburn em Bonequinha de Luxo como parte do ‘surgimento da mulher moderna‘, uma mulher que se diverte, que vive sozinha, usa preto (vestimentas pretas geralmente eram usados em contextos de personagens ‘vilãs’ que se davam mal ou viúvas), e, apesar de ser um romance, Audrey, acostumada com papéis típicos, românticos da época, coloca-se no dilema de interpretar Holly, a alma efervescente dos anos 60, acompanhante nova-iorquina. Independente. Antí-heroína. Claro, no roteiro, por conta da censura, amenizaram o lado moralmente condenável de Holly. Mas mesmo assim, era uma moça com uma moral muito baixa. Seria um grande passo para ela na sua atuação, algo que poderia dar muito certo, ou muito errado. (E, que como sabemos, deu incrivelmente certo!)
Muita gente usa a imagem com a cara da Audrey interpretando Holly, com seu longo cigarrete e black dress em um pôster ou camiseta, mas provavelmente muitos não sabem o impacto do filme e o porquê de ele ser um grande clássico do cinema, e estar estampado em tantos lugares até hoje.

Então, eu sugiro meesmo ler esse livro! A leitura, além de ter uma fluidez incrível, faz você perceber detalhes do longa que provavelmente você não prestou atenção da primeira vez. Eu, pelo menos, quando assisti novamente o filme, vi sobre uma nova perspectiva, como se alguém tivesse colocado um óculos de grau em mim kkk

 

4estrelas
Follow my blog with Bloglovin


Esther Bereznjak
Leia meus posts!


  • Morgana Brunner

    Em 08.02.2016

    Oiii, que sorte ter achado um livro destes <3 eu compraria com toda certeza se achasse hahaha adorei tudo que escreveu sobre o livro, me deixou bastante curiosa.
    Beijão

  • Aléxia Oliveira

    Em 08.02.2016

    Oie!
    BOm, acho que sou uma das RARÍSSIMAS pessoas que ainda não vi Bonequinha de Luxo e, apesar de não entender muito de coisas de cinema, me interesso por esse tipo de leitura, é sempre bom um conhecimento extra hehe.
    Beijos.

  • Milena Lais

    Em 08.02.2016

    Olá!
    Eu sempre vi imagens da lady hapburn, mas nunca fui atrás para saber quem ela era.
    Realmente, ela parece mesmo ser amável, gentil e doce.
    Me perderia como você diante dos nomes, kkk.
    Abraço!

  • Rodrigo Costa

    Em 08.02.2016

    Curti muito a premissa do livro. Esse filme foi de fato um divisor de águas na história da mulher moderna e ainda é tão lembrado até hoje.Muito bom!adorei.
    Beijo

  • thamara A.

    Em 08.02.2016

    Eii tudo bem?
    Que blog lindo :) da vontade de passar horas por aqui!!!
    Então sempre quis ler esse livro, porque acho a capa perfeita e claro por se tratar dessa musa… confesso que nunca assisti o filme, mas vontade é que não falta e sua resenha só me deixou com mais curiosidade, tanto pelo como pelo filme.

    bjuss
    e parabéns pelo blog

    thamara A.
    http://www.uaicomoasism.com

  • Vanessa Bayer

    Em 08.02.2016

    Eu não sei como, mas de alguma forma eu havia me esqueci do quanto eu queria ler esse livro. E esse seu post me lembrou. Droga, mais um livro para a lista. hahah Adorei a postagem! Um beijo ♡

  • Daniela Almeida

    Em 08.02.2016

    Que bacana esse livro! Não conhecia ):
    Foi muito caro? Eu adoro a Audrey, acho ela uma mulher incrível, tanto como atriz como a figura que ela foi.
    Fiquei sabendo de alguns detalhes do filme depois que assisti como as censuras, os costumes da época, a parceria com a givenchy… Para quem estuda moda como eu, isso é um prato cheio <3

    Adorei, fiquei super interessada em adquirir o livro! Espero em breve por comprá-lo 😀

    Beijocas flor!

  • Débora

    Em 08.02.2016

    esse não é muito o meu tipo de leitura porque eu não curto muito o tema, mas eu acho um livro interessante pra conhecimento mesmo.

  • Esther Bereznjak

    Em 08.02.2016

    Com certeza!

  • cila-leitora voraz

    Em 08.02.2016

    oi esther sua linda, tudo bem
    Eu sou fã da Hepburn, adoro Bonequinha de Luxo, não sabia sobre esse livro, eu acredito que ela é uma das melhores atrizes da época. Vou ler o livro com certeza. Sua resenha ficou ótima.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

  • Gabriela Erler

    Em 08.02.2016

    Ei, tudo bem?
    Parece ser um livro bem interessante, para quem se interessa pelo mundo hollyoodiano. Conheço bem pouco sobre a Audrey, mas imagino que quem seja fã irá adorar essa leitura. Mas não é o tipo de livro que me agrade.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

  • Priscila Assis

    Em 08.02.2016

    Oii,

    não conhecia esse livro e confesso que ainda não vi nenhum filme da Audrey, mas pretendo muito ver. Mas esse livro parece ser muito legal.

    BEIJOS

  • Andy

    Em 08.02.2016

    Ainda não assisti bonequinha de luxo… nem sei ao certo o pq. Espero mudar isso logo já que é um filme tão icônico. Esse livro não é o meu tipo, mas gostei de saber um pouco sobre o papel da atriz no seu pioneirismo com relação a moda e de certa forma, ao feminismo.
    Abraços,
    Andy – StarBooks

  • Esther Bereznjak

    Em 08.02.2016

    Vale a pena assistir viu? Vê sim :)


SEU COMENTÁRIO PASSA POR APROVAÇÃO ANTES DE SER PUBLICADO! OBRIGADA POR COMENTAR!